• Santa Casa no Facebook

NOTÍCIAS

30/04/2020

\\ Grupo Santa Casa de Franca está produzindo máscaras para profissionais da saúde e pacientes //

A diretoria administrativa do Grupo Santa Casa de Franca (Hospital Geral, Maternidade, Hospital do Coração e Hospital do Câncer), no interior do estado de São Paulo, diante das dificuldades enfrentadas com a falta de máscaras no mercado e consequentemente a alta nos preços do produto, buscou uma alternativa inovadora: direcionar parte dos seus profissionais da área de corte e costura (que já produzem os enxovais para os hospitais) para a confeccionar máscaras, que serão utilizadas por seus profissionais e também por pacientes (conforme necessidade), além de eventuais pessoas que necessitem circular no ambiente hospitalar, ampliando a proteção e prevenção de contaminações de um modo geral e mais especificamente do coronavírus.

De acordo com Tony Graciano - presidente do Grupo Santa Casa de Franca - a fabricação própria tornou-se uma alternativa viável e oportuna, pois só no Hospital Geral em tempos normais são utilizadas aproximadamente 15 mil máscaras, e agora com a pandemia de coronavírus, este número aumentou para 32 mil máscaras descartáveis por mês. Tony Graciano ainda destaca: “A cidade de Franca, aqui no interior paulista, conta com instituições e empresários muito solidários às causas da saúde, que logo no início da pandemia, vendo as nossas dificuldades, já realizaram campanhas e doações tanto em espécie quanto em materiais e equipamentos; mas como a diretoria da instituição entende que estamos todos juntos nesta luta procuramos fazer a nossa parte para suprir ao máximo todas as dificuldades”, concluiu o presidente.

Liliane Sato, gerente de hospitalidade, comenta: “Esta iniciativa da produção das máscaras é uma ideia que vem dando muito certo, pois o Grupo Santa Casa (Hospital Geral, Maternidade, Hospital do Coração e Hospital do Câncer), precisa ter suas demandas supridas. Tecnicamente, estamos direcionando todo o know-how de nossa equipe gerencial e técnica para minimizar os impactos financeiros e operacionais, buscando fazer sempre um uso racional dos recursos disponíveis, sejam eles de materiais, equipamentos ou profissionais disponíveis; mas gostaria de enfatizar que antes de qualquer aspecto financeiro, o principal intuito é a priorizar a segurança dos nossos profissionais da saúde e acima dos pacientes”, concluiu Liliane.

É importante destacar que para garantir o controle de qualidade e segurança, todo o processo de confecção das máscaras está sendo monitorado pela Comissão de Controle de Infecção Hospitalar (CCIH) e pelo Serviço Especializado em Engenharia de Segurança e em Medicina do Trabalho (SESMT) – setores internos do Grupo Santa Casa de Franca.
As matérias-primas são os tecidos TNT e SMS, utilizados na confecção para compor as camadas das máscaras.

Marcelo Reis, gerente institucional destaca: “Diante deste cenário, é importante lembrar que o Grupo Santa Casa de Franca precisa continuamente de doações para manter a qualidade dos serviços e continuar comprando tecidos e demais materiais necessários ao dia a dia dos hospitais. Estamos com uma campanha para receber doações da comunidade, de empresas e instituições interessadas em ajudar.”

Ajude você também: para doações em dinheiro ou para saber quais materiais estamos precisando, basta acessar o site:

http://www.santacasadefranca.com.br/covid-ajuda/ ou pelo telefone (16) 3712-3093.

Nosso muito obrigado!

04/03/2020

Especialização em Ortopedia e Traumatologia

Especialização em Ortopedia e Traumatologia

Edital: (clique para download)

Fundação Santa Casa de Misericórdia de Franca 2014 © Todos os Direitos Reservados